Hasteamento da Bandeira

Da Carajas Scouts
Ir para: navegação, pesquisa


Nesta seção você vai aprender os cuidados que deve ter com as bandeiras, como prepará-las, como hastear (içar as bandeiras no mastro) e como arriar (abaixar as bandeiras no mastro). Normalmente usamos duas bandeiras em nossas reuniões e atividades, a Brasileira e a do Grupo Escoteiro Carajás.

Vale lembrar que a forma com que a bandeira é hasteada e arriada no Carajás é ligeiramente diferente do que acontece em outros grupos escoteiros no Brasil. Uma coisa que é igual em todo mundo é a Saudação Escoteira, que deve ser feita SEMPRE que a bandeira estiver subindo ou descendo, por todos os scouts que passaram a promessa. Mesmo sem uniforme a saudação deve ser feita.


Preparação e cuidados com as Bandeiras[editar]

  • Não deixe as bandeiras expostas à chuva (isso é uma regra nossa, pois as Bandeiras são caras)
  • Por uma questão de respeito, não deixe as bandeiras encostarem no chão
  • Não faça gracinhas ou brincadeiras com as bandeiras; não deem risadinhas durante o hasteamento ou arriamento, mesmo se alguém fizer algo errado.
  • O comprimento ideal da corda do mastro é aquele em que as duas pontas, quando esticadas, tocam no chão sem qualquer folga
  • O nó utilizado para prender a ponta da corda na bandeira é o Nó de Escota Alceado. A alça permite rapidamente desamarrar a bandeira.
  • Após amarrar as bandeiras, verifique se elas não vão subir de ponta cabeça!


Posicionamento da Bandeira Brasileira[editar]

  • Quando houver duas bandeiras, a Bandeira Brasileira fica do lado esquerdo - o lado do coração (para quem está olhando) - e a do Carajás fica do lado direito;
  • Quando houver três bandeiras para serem hasteadas, a Bandeira Brasileira fica no meio (contanto que não mais baixo).
  • Quando forem quatro bandeiras, a Brasileira fica no meio à esquerda, e assim por diante.
  • Se o mastro tiver alturas diferentes, a Brasileira sempre fica na posição mais alta (mesmo que seja do lado direito).
  • Outras bandeiras são colocadas de acordo com a importância da bandeira em questão, sendo que a ordem de importância é do Centro para esquerda, depois para direita.

[inserir mais texto e imagens relevantes]


Hasteamento das Bandeiras[editar]

Existem duas abordagens para o Hasteamento e Arriamento de Bandeiras, uma em que o Chefe comanda, outra em que o PL comanda. Nos Carajás, por uma tradição muito antiga, adotamos o sistema em que o PL da respectiva patrulha de serviço comanda o Hasteamento e Arriamento da Bandeira.

  1. O PL da patrulha de serviço ordena a tropa para ficar em alerta
  2. 4 scouts/scoutas da patrulha de serviço, com o uniforme completo, formam uma linha de frente ao mastro e tiram seus chapéus
  3. Os 2 scouts que estão no meio da linha vão desamarrar as cordas do mastro, cada um fica com uma bandeira
  4. Cada scout que soltou a corda, leva a bandeira até o outro que ainda está na linha
  5. O scout que recebeu a bandeira a coloca sobre o ombro direito, o outro volta para a parte de baixo do mastro formando um triângulo com a corda esticada
  6. O PL da patrulha de serviço ordena a saudação à bandeira
  7. Todos os scouts com promise (exceto os 4 que estão no mastro) fazem a saudação
  8. Os scouts que estão embaixo do mastro, segurando a corda, começam a puxá-la de cima para baixo. Os outros dois apenas mantém esticado
  9. As bandeiras começam a subir, a Brasileira sempre sobe acima e mais rápido que a outra
  10. O PL ordena que a tropa fique em alerta
  11. Aqueles que estavam na linha, segurando a bandeira, levam a corda até o que ficou abaixo do mastro e voltam para a linha
  12. Os dois que desamarraram a bandeira, amarram novamente a corda no mastro
  13. A linha com os 4 scouts é formada novamente
  14. Todos os 4 scouts colocam seu chapéu e depois fazem a saudação à bandeira simultaneamente
  15. O PL ordena a tropa a ficar em descansar
  16. Os 4 scouts voltam para suas patrulhas


Arriamento da Bandeiras[editar]

  1. O PL da patrulha de serviço ordena a tropa para ficar em alerta
  2. 4 scouts/scoutas da patrulha de serviço, com o uniforme completo, formam uma linha próxima ao mastro
  3. Os 4 scouts fazem a saudação simultaneamente e depois tiram seus chapéus
  4. Os 2 scouts que estão no meio da linha vão desamarrar as cordas do mastro, cada um fica com uma bandeira
  5. O scout que estava na linha, vai buscar a corda (lado que está preso na bandeira) com o outro e depois volta para a linha
  6. Estica-se as cordas até formar um triângulo
  7. O PL da patrulha de serviço ordena a saudação à bandeira
  8. Todos os scouts com promise (exceto os que estão no mastro) fazem a saudação à bandeira
  9. As bandeiras começam a descer, a Brasileira sempre depois e mais devagar que a outra e deve pousar no ombro direito do scout
  10. O PL ordena que a tropa fique em alerta
  11. Os dois scouts que estavam na linha entregam a bandeira aos que estão no mastro e voltam para a linha
  12. Os dois scouts amarram a corda no mastro e voltam para a linha
  13. Os 4 colocam novamente os chapéus
  14. O PL ordena a tropa a ficar em descansar
  15. Os 4 scouts rapidamente desamarram e dobram as bandeiras, entregando-as a um chefe e voltam para suas patrulhas


Bandeira a "meio-pau"[editar]

Utiliza-se a bandeira a meio-pau quando é decretado Luto Oficial, ou seja, quando aconteceu alguma tragédia no país ou alguma pessoa muito importante faleceu. Neste caso, durante o hasteamento, as bandeiras sobem até o topo e depois descem até 2/3 do mastro (a Brasileira sempre fica um pouco acima das demais). No arriamento, as bandeiras primeiro sobem até o topo e depois descem normalmente.


Curiosidades[editar]

Como se descarta a Bandeira Nacional[editar]

Você sabia que não se deve simplesmente jogar fora uma bandeira nacional no lixo? A lei determina que ela seja incinerada em cerimonial peculiar, realizado no Dia da Bandeira (19 de Novembro), às 12 horas!

Bandeiras velhas ou rasgadas que você queira jogar fora devem ser levados para uma instituição militar próxima, tal como o Comando do 2o Exército em Ibirapuera, ou uma unidade do Corpo de Bombeiros mais próxima.

Bandeira de ponta cabeça[editar]

Uma bandeira de ponta cabeça é sinal de problema ou pedido de socorro.